Convidadas

Confira as palestrantes da primeira edição do meet-up Mana Pirata pelo Coletivo Bucaneiras em parceria com PyLadies, Olabi e Luluzinhacamp, grupos atuantes no fomento da programação para mulheres, ocorre no próximo mês de julho no Rio de Janeiro.

Data: 01/07/2017 (sábado), a partir das 8:00
Local: Auditório do Sindicato dos Engenheiros.
Avenida Rio Branco, 277, 17º andar – Centro, Rio de Janeiro – RJ

Inscreva-se clicando aqui.

Thais Viana

Desenvolvedora e sócia da empresa hub9, mestranda em Inteligência Artificial no PPGI/UFRJ, Pylady do Rio e entusiasta de tecnologias e comunidades.
+infos : github.com/thaisviana

 

Técnica em eletrônica pelo CEFET-RJ e Letras Português/Alemão. Trabalhou com banco de dados em literatura, linguística e institucionais. Como assessora de divulgação direcionada em internet trabalhou em pós-graduações na área de exatas e humanas, para pesquisadores e instituições de pesquisa em tecnologia, ciência e educação em Santa Catarina, Rio de Janeiro, São Paulo, Alagoas, Rio Grande do Sul e Pernambuco. Na atuação profissional incentivou publicações e grupos que lançaram livros : no tempo livre cria ficção, divulga oficinas na área de tecnologia para mulheres, e escreve sobre ética, cultura, formação e a importância da transparência em coletivos e participação da mulheres negras em hackatons e eventos da dados abertos.

Ana da Hora

Ana Carolina da Hora é graduanda em Ciência da Computação na PUC-Rio e integra a equipe do Olabi, organização social que tem como foco a promoção da diversidade na produção de tecnologias. É professora de programação e robótica para estudantes do Ensino Fundamental II no  Centro Educacional da Lagoa. Participa de projetos que incentivam mulheres e crianças na tecnologia e pesquisa como Pyladies, Mozilla Club, IEEE, LuaConf.

Raysa Dutra

Raysa França Dutra é graduanda em Ciência da Computação no IFNET (RJ), integra a comunidade Pyladies RJ. Além disso, Raysa articula eventos na área de tecnologia da informação no Rio de Janeiro.
+infos: github.com/hi-hi-ray

 

Ellen Paes

Jornalista e repórter televisiva atua na área de Saúde Pública desde 2009 e escreve desde 2007 com textos em vários blogs feministas e que falam de maternidade. Além disso, dirigiu o documentário  #euvocêtodasnós ,que aborda o crescimento do feminismo nas redes sociais, especialmente do espaço de ativismo e da construção de uma rede de apoio para mulheres .

 

Annia Zacchi

Annia Zzacchi é de Belo Horizonte, estuda na UFRJ Comunicação Visual e se relaciona com ativismo e causas sociais desde 2011. De 2012 a 2014 atuou como socorrista nas manifestações das Jornadas da Tarifa e contra a Copa. Em 2017 estreou seu canal no YouTube sobre feminismo, Sereia Ciclista.

 

Fernanda Monteiro

Fernanda Monteiro é tecnóloga em sistemas de informação e artista digital multimídia. Atua de forma transversal como pesquisadora e ativista nos espaços de atuação de seus projetos, com assuntos relacionados a sistemas abertos, tecnologias da educação e ciberativismo e inclusão de pessoas travestis, trans e não-binárias, sendo organizadora do coletivo e hackerspace feminista Marialab e sócia responsável por inovação social na InfoPreta.

 

Narrira Lemos

Narrira Lemos é doutoranda em História das Ciências e Técnicas & Epistemologias –  UFRJ, mestre em Sociologia na Universidade Federal de Goiás, com estudos  relacionados a ciborgues (ciência, tecnologia, sociedade e feminismo, programadora PHP+MySQL, Administração de Servidores  Debian e multiplicadora de oficina  de segurança da informação na Escola de Ativismo.

 

Silvana Bahia

Silvana Bahia –  É  diretora de projetos do Olabi, organização focada em inovação social e tecnologia, por onde toca uma série de iniciativas ligadas ao combate ao racismo, como a Pretalab. Comunicadora Social e mestre em Cultura e Territorialidades pela UFF, foi facilitadora da Maratona RodAda Hacker – oficinas de empoderamento feminino em novas tecnologias.